28.8.10

Maldição

Faz três meses que comprei esse bloquinho de anotações. Disseram, Bono, todo escritor tem um bloquinho de anotações. Bem, até hoje não escrevi porra nenhuma no bloquinho. Agora tem esse concurso. De blogs. Eles pegam os blogs mais votados, uma turma de estrelas avalia, e os melhores podem virar livro. Caí nessa, dá pra acreditar? Logo eu que entrei nesse jogo de blog justamente para escapar das avaliações, observações, opiniões, interrogações e premiações. Queria apenas arrotar algumas bobagens e ficar em paz. Estou cansado. Meu dia já é repleto de concursos. Hoje mesmo apresentei três roteiros.

- Uma merda, Bono.
- Cacete.
- Uma merda, uma merda, uma merda.
- Já entendi, uma bosta.
- Você não é mais o mesmo.
- O mesmo como?
- Não consegue mais escrever. Eu já vinha percebendo.
- Porra, você também percebeu?
- E esses papéis tão fedendo a bacon!
- Pingo de Ouro. Comi de manhã.
- Fedor de bacon da porra.
- Já lavei a mão 8 vezes, você sabe, o cheiro não sai nem com a porra.
- Você é um porco, Bono.
- É, já me disseram.
- E esses textos tão uma porcaria.

Bem, isso não foi nada. A coisa mais fácil desse mundo é me convencer que estou errado, que fiz alguma merda, aliás, que só faço merda. Não sei por que sou assim. Tem essa hipótese de eu ter batido a cabeça quando nasci. Só sei que sou gordo, feio e careca. Praticamente o estereótipo do erro e da inadequação. Não adianta dizer o contrário, nem votar no meu blog. Sou eu, Paulo Bono. Está cravado na alma. Como uma maldição.

De qualquer forma, até os amaldiçoados têm direito de fuder. Então terminei a noite na casa na casa de Tânia. Acho que já falei dela. Sabe fazer umas paradas interessantes com a bunda.

- Pensei que só viesse amanha – ela disse.
- Amanhã o Flamengo joga.
- Não sabia que você vinha. Hoje tô light. Só tem sopa.
- Preferia uma carne macia – eu disse, lhe acariciando o rosto.
- Que cheiro é esse?
- Pingo de Ouro. Comi de manhã. Já lavei a mão 17 vezes, o cheiro não sai nem com a porra.
- Ah, mas você não vai enfiar esse dedo dentro de mim não.
- Tava pensando em enfiar outra coisa.
- Você continua o mesmo, gordinho.
- Bom ouvir isso, pequena. Fala de novo.
- Você continua o mesmo, gordinho.

Então fomos para a cama. Do jeito que ela gosta. Ela ficou de joelhos na cama e com as mãos na parede. Depois fez aquela coisa com a bunda, e caí pra dentro. A noite terminou bem. E quando Tânia se levantou para esquentar a sopa, fui até a mochila, peguei o caderninho de anotações e rabisquei, “A maldição do Pingo de Ouro”.

39 comentários:

menina fê disse...

primeira vez que vejo um caderno "perder o cabaço" com um pingo... de ouro!

rsrs

olha só, eu não votei em ninguém até agora, só em mim mesmo... e como eu sou fã da porra dos teus textos, quero que vire livro, sim! tá votado.

ah, eu não sei fazer essas coisas com a bunda que a tania faz, mas sou limpinha e tô rabiscando umas coisas aí, ou melhor, insistindo. então, vota em mim, que eu deposito uma bufunfa pra ti... aí vc compra uns biscoitinhos mais gostosos pra comer de manhã. ou então compra uma luva pra comer pingo de ouro!

rsrs

bjs pra ti, bono.

Rodrigo Carreiro disse...

o lançamento do seu livro vai ser num brega.

Marcus Gusmão disse...

Já estou na campanha: vote nulo nas eleições de outubro e vote agora pelo livro do feio,gordo e careca!

Marcos Satoru Kawanami disse...

Paulo,

são 6:00 da manhã de domingo.

só vc me deixa de PAU DURO às 6:00 da manhã de domingo.

O.o
Ronaldo Esper

Marcos Satoru Kawanami disse...

comentário tonto que fiz, eu tava com defeito na hora.

esta tua crônica demonstra conhecimento da poética pré-aristotélica e pós-emo, em termos de manjador, sem contudo se abalar com os acoxamentos do Colosso de Rhodes e demais maravilhas do mundo que têm abalado Paris, a cidade luz da perobagem degenerativa do sistema nervoso central do buraco negro de Mãe Joana que se expande exponencialmete junto com a Galáxia de Sir Gaylord;de modo que rabo de rapariga é o que tem inspirado a Civilização: desde a folha de parreira de Eva a Os Lusíadas das Ninfas do Tejo.

=D
Marcos

Elga Arantes disse...

Eu voto em vc, pq tem tres meses que entro no meu blog, olho na minha listagem de favoritos, e o único blog que ainda tenho vontade de entrar pra ler é o seu.

Beijão, careca!

Elga Arantes disse...

seu blog tem moderação de comentários?

paia!

Erick Moreno disse...

Eu sabia que vc não ia me deixar na mão.

Bela volta!

Rick Basso disse...

ahhahaha perfeito!

Paulo Bono disse...

Menina Fê limpinha,
Pode deixar. Vou dar uma conferida nos seus rabiscos.

Carreiro,
Você tem as melhores idéias, porra!

Gusmão,
Você é um puta cabo eleitoral.

Kawanami,
Entendi tudo que vc disse.

Elga,
Espero que continue tendo vontade de ler. Não é fácil. Mas vou dizer uma coisa. Até num blog sujo como esse, a moderação é necessária.

Moreno,
Você é o cara.

abraço a todos

Guives disse...

Bundinha maluca com Pingo de Ouro, não tem coisa melhor.

Você ta fazendo falta aki man, deixaram o "maozinha" merrer, é foda... A galera so quer saber agora de jogos de computador, CALL OF DUTY. Aqueles jogos de tiro.

Lorotinhas disse...

Bono...

Vou votar pq tô sem nada pra fazer mesmo...

Nathalia disse...

Pelo pouco que eu li seu, ainda parece o mesmo...
Bom vê-lo de volta.

Mwho disse...

Bono,
Já votei faz tempo!!!

JuANiTo disse...

Todos nós carregamos uma maldição. Quem acha que não, é pq ainda tem cabelo, ainda não engordou, ou ainda é pouco feio.

Pensei que a Elma Chips só vendesse a onda da batata, atualmente.

Abraço!

Paulo Bono disse...

Moleque Guives,
Como é que você deixa o Mãozinha morrer, porra??

Lorotinhas,
Você pegou o espirito da coisa.

Nathalia,
Sou não. Acredite. Nas duas últimas semanas fiquei mais careca ainda.

Mwho,
Valeu, parceiro

Juanito,
Que nada, cara. Pingo de Ouro forever.

abraço a todos

Anônimo disse...

Cara, você já assistiu um filme nacional chamado HISTÓRIAS DE AMOR DURAM APENAS 90 MINUTOS ? Tem o Caio Blat vivendo um escritor que não consegue terminar o seu livro e tal.Velho, o roteiro parece que foi escrito por você, ao menos o personagem foi inspirado em sua pessoa. Mulheres, tiradas sarcásticas e uma alta dose de sacanagem, deve ser o tipo de filme com o qual você se familiarizaria.haha
Enfim, só passei pra deixar a dica mesmo.

Paulo Bono disse...

Anônimo,
O título é interessante. Não vi ainda. Mas realmente gostei da temática. Valeu a dica, parceiro.

abraço

Aristides disse...

Claro que votei no teu blog cara,simpatia pelo SANTA CRUZ ajudam pra caralho,porém o melhor vem de você mesmo, senso de humor e muita criatividade, seu blog é muito legal!

Jesus disse...

sem sacanagem, como sempre, afiadíssimo. repete!
amigo velho... esse concurso não merece.

e cuidado com garoto!

Ricardo disse...

Gordo careca putanheiro...
Vc merece uma salva de punhetas e siriricas, com todo respeito de uma zona.
Aposto que todo mundo aqui adora ler essa porra antes de dar uma foda ou sair a procura de uma.
To vendo que arrumou palitos mais afiados que nunca...
Bem vindo de volta meu caro.

Paulo Bono disse...

Aristides,
O Jesus aí embaixo é Santinha doente!

Jesus,
Essa turma precida ver seus poemas escrotos.

Ricardo,
"Uma salva de punhetas e siriricas". Muito bom. Permita-me usar essa num desses contos.

abraço a todos

Matheus W. disse...

!!!

Lari disse...

Algo me leva a crer que o Paulo Bono não vai com minha cara... tsc! Seus textos como sempre de parabéns. Minhas noites sempres são mais felizes quando terminam com um texto seu.

Abração, Bono.

farinhademandioca disse...

Ahahahahah... Excelente. Adoro seu papel de fracassado.

Paulo Bono disse...

Lari,
Não diga isso. Eu não vou é COM A MINHA CARA.

Matheus,
???

Farinha,
Não é papel. É vida real.

abraço a todos

Mateus Henrique Zanelatti disse...

O que a Tânia faz com a bunda? Em qual post está isso?
É foda escrever, e depois de uma semana ler e achar uma merda. Mas olha só aí em cima quantos caras estão dizendo que seus posts são bons. Claro que votei no seu blog! Mas pelo teor, acho que os malucos lá não vão escolher, sei lá.
Cara, nem curto pingo de ouro, pra mim só um amendoim japones. E por falar em japones, o Marcos Kawa está maluco nos comentários, hehe.

Abraço!

Marcos Satoru Kawanami disse...

mas que fiquei de pau duro fiquei. não foi com vc, claro. foi imaginando a rapariga.

Adriana Godoy disse...

Não conhecia seu blog e não é que gostei?! Indicação do Marcus Satoru, fazer o quê? Gostei mesmo. Vou votar em vc. Beijo

Sunflower disse...

Eu vou, hein?

Paulo Bono disse...

Zanelatti,
Será que não falei da Tâninha?
Acho que sim, não lembro em qual post.

Adriana,
Volte sempre.

Sunflower,
Vai?

abraço a todos

Marcelo Mendonça disse...

Por isso naõ como mais pingo de Ouro.

Abraço Bono! Meu voto vai pra vc!

Alvarêz Dewïzqe disse...

é assim que funciona, os bons acabam virando livro!

Danilo Lemos. disse...

Fala, bono!
Fazia tempo que eu não passava por aqui!
Vc continua escrevendo pra caralho!
Já votei! E acho que vc deve parar de viadagem e se não der certo essa porra de concurso lançar o livro mesmo assim.
Porra. Já basta o flamengo nos fudendo.

Abraços,
Danilo Lemos.

Pimenta disse...

Porra Bono, perversão com pingo de ouro eu nunca tinha imaginado...
Mas agora tô pensando, rsrsrsr
bjo, já votei num outro lá, mas voto em tu também.
bjo
Pingodouro...

Paulo Bono disse...

Mendonça,
Não resisto a Pingo de Ouro.

Alvarêz,
Bom tê-lo de volta.
Precisamos é de um livro seu, em primeiro lugar.

Lemos,
Não sabe o quanto tô sofrendo com o Mengão.

Pimenta,
Tem pervesão com batata pringles também.

abraço a todos

A Mina do cara! disse...

gostei!

Porra, Pingo de Ouro é foda. faz tempo que não vejo, e muito menos, como.

Clariano disse...

Já faz um bom tempo que leio seu blog, mas nunca comento, talvez por besteira ou até mesmo preguiça.
Mas agora não tenho como deixar de comentar, seus textos são cada vez melhores.
Perco fácil, horas e horas, lendo e relendo tudo aqui. Na verdade não considero horas perdidas. Sinto como se eu estivesse recebendo um conselho de alguém mais experiente, alguém mais vivido.

Seu blog é simplesmente sensacional.

Paulo Bono disse...

Mina do Cara,
O Pingo de Ouro tá por aí. procura que acha.

Clariano,
Se tiver algum conselho por aqui, não o siga.

abraço