29.7.09

Dipirona

Na primeira vez fui parar no chão do banheiro. Eu já estava dormindo. Quando meu corpo começou a coçar. Primeiro as mãos, depois os pés, depois o corpo todo. Pensei que fossem as malditas muriçocas. Usei uma coberta, mas não adiantou. Ela, a coceira, só aumentava. Levantei, vesti uma calça, uma camisa de manga e enrolei outra camisa na cabeça, como um ninja, só os olhinhos de fora. Ainda assim meu corpo não parava de pinicar. Soltei um porra bem grande, acendi a luz e sai pela sala. Foi quando Hulk não me reconheceu de ninja e começou a latir e a atacar minhas pernas. Eram duas da manhã, aquilo foi um inferno. Pensei que fosse enlouquecer. Meu corpo estava em chamas. Então arranquei a roupa e corri para o chuveiro. A água gelada abrandou a minha loucura. Foi assim que fui parar no chão do banheiro. Eu ainda tinha sono e dormi ali mesmo. Hulk dormiu ao lado do vaso.

No dia seguinte fui ao médico. A consulta era às dez horas. Às onze chamaram o meu nome. Era uma médica. Alta, magra, elegante, óculos, cara de metida. Eu comeria.

- Pois não, seu Paulo?
- Quase morri essa noite. Uma coceira. Pensei que fossem as muriçocas...
- Hum, uma urticária...
- É, uma coceira dos infernos.
- Tem algum tipo de alergia, seu Paulo?
- É isso que quero descobrir.
- Vamos fazer alguns exames. Coisa simples.

Simples, o caralho. Primeiro deram umas beliscadas em meu braço. “Tá vendo só, não doeu nada”, disse a putinha. “Então você gosta de beliscões?”, respondi. Depois tiraram minha camisa e rasparam minhas costas. Percebi a cara de nojo da putinha. Problema dela. A vida é uma grande merda para todos. Alguns carregam tijolos sob o sol quente, outros escrevem cartões de natal, e outras raspam as costas suadas de um gordo. Então a putinha colou uns adesivos nas minhas costas e disse para eu voltar no dia seguinte. Alertou também para que eu não lavasse as costas nem transpirasse de forma alguma. Mole para um gordo que vive no calor da Bahia. Uma semana depois eu estava com os resultados. Marquei a revisão. A consulta era às nove horas. Cheguei às oito e quarenta. Já eram dez horas, e nada. Chamaram uma velha que chegou depois. Então fui até a putinha da recepção, que falava num daqueles telefones pendurados na cara.

- Com licença - eu disse.
- Um instante, senhor.
...
...
...
- Pois não, senhor?
- Me diz uma coisa. Os velhos por aqui têm atendimento prioritário?
- Não, senhor.
- É que você acabou de chamar aquela velha. Ela chegou depois de mim.
- A doutora mandou chamá-la, senhor.
- Mas minha consulta era às nove. Já são mais de dez.
- Um instante, senhor.
...
...
...
- Pois não, senhor?
- Pois não, o caralho. Por que a médica chamou a velha antes de mim?
- Desculpa, senhor, eu não sei informar.
- Você não sabe.
- Desculpa, senhor.
- Você não sabe, ninguém sabe, a ordem é essa, não tem ordem, abaixo a organização, anarquia total, todo mundo louco, todo mundo maconhado aqui nessa porra.
- Desculpa, senhor.
- Tudo bem. Então manda alguém limpar essa porra – eu disse rasgando o envelope dos exames e jogando sobre o balcão.

Não foi daquela vez que descobri a causa da minha alergia. Mas tempos depois, aconteceu novamente. Eu estava na agência. Quando veio a coceira. Uma coceira dos infernos. Fui parar em outra clínica. A consulta era às 14 horas. Às 15 chamaram meu nome. Era outra médica. Uma velha, toda maquiada e antipática. Não comeria nem a pau.

- Pois não, seu Paulo?
- Quase morro essa manhã. Uma coceira. Já é a segunda vez.
- Uma urticária.
- É, minhas costas tinham uns calombos deste tamanho.
- O senhor tomou algum medicamento, seu Paulo?
- Não, eu vim direto pra cá.
- Eu digo antes, antes da coceira, o senhor havia tomado algum remédio?
- Um analgésico. Pra dor de cabeça. Nada forte. Só uma dorzinha aqui do lado.
- Qual o foi o analgésico?
- Dorflex.
- Dipirona.
- Dorflex.
- Dipirona.
- Bem, tava escrito Dorflex.
- Dipirona. É o nome da substância ativa.
- Ok, você venceu.
- O senhor é alérgico a dipirona, seu Paulo. Sugiro não ingerir mais nada que tenha essa substância. Ou o senhor pode ter um choque anafilático e morrer.
- Um choque o quê?
- Anafilático. E morrer.
- Porra.
- Mais alguma coisa, seu Paulo?
- Então, nada de dipirona?
- Nada de dipirona.
- Ok.
- Mais alguma dúvida, seu Paulo?
- Eu vi uma reportagem sobre um tratamento bacana de calvície. Ouviu algo a respeito?
- É um comprimido, seu Paulo. Um tratamento muito bom e avançado. Nós realizamos aqui na clínica. Em 2% dos casos pode gerar impotência, mas nossos pacientes estão tendo muito sucesso, quer ver umas fotos?
- Impotência?
- Apenas 2% dos casos.
- Ok, obrigado.
- Mais alguma coisa, seu Paulo?

Eu não queria mais nada. Só viver em paz. Mas a gripe vem tomando conta da cidade. E semana passada tomei um Benegripe. Era mais barato. E quando vi que estava escrito, Dipirona Sódica, foi tarde demais.

43 comentários:

Marcos Satoru Kawanami disse...

é dos carecas que elas gostam mais. meu, 2 por cento!

o trecho da anarquia ficou ótimo.

Sunflower disse...

ainda bem que não era a lactose, já pensou?

beijas

Dani disse...

Na hora da dor, eu quero ver quem olha a substância ativa ¬¬
Os médico parecem que não são gente
E seu texto, como sempre, fantástico.
Abraço

Shirley de Queiroz disse...

Paracetamol, amigo, é o genérico do Tylenol e não é dipirona... rsss

Lari disse...

Adoro textos novos. Adoro os seus textos. Adoro a sua forma simples de resumir sua relação com a mulheres: como e não como. hehe.

Ps: Quero ler mais sobre os tempos de Feira de Santana, viu?

Um abraço,

Pablo Araújo disse...

Podia ser a cerveja, ou a mulher, ou aos dois, olhe pelo lado bom.
Mas e aí vc se fudeu de novo? Foi parar no chão do banheiro abraçado com o cachorro e tal?
Como foi? Não esconda essas coisas, a gente se diver... quer dizer se preocupa com vc.

Pablo Araújo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Daniel Pfaender disse...

Que alergia essa daí heim, cara! Dipirona Sádica, isso sim! Quase te faz virar assunto do post anterior!


a vida é feita das nossas limitações, Paulo! Mas que merda heim? Neosaldina, Novalgina, Dorflex, Benegripe... tem que evitar tudo isso! Acho que Tylenol, Naldecon, Resprin, esses aí estão liberados.

Abraço!

Rodrigo Carreiro disse...

É uma grande merda esse tipo de alergia. E o pior é que vc adquire a porra durante a vida. Mas como vc disse brilhantemente: "A vida é uma grande merda para todos"

Paulo Bono disse...

Satoru,
Essa frase, parece que não funciona comigo.

Sunflower,
Se fosse à lactose, pode ter certeza, eu não existiria.

Lari,
Você querendo Feira, e eu querendo esquecer. que coisa.

Pablo,
Foi foda. Depois dá até pra rir, mas na hora foi um drama.

Pafaender,
"Dipirona Sádica". Cacete, você achou o título.

Careca disse...

Bono, o percentual dessa pílula anti-careca é mesmo muito elevado. Até hoje não fiz operação de miopia porque existe 0,15% de chances de dar errado. E você pode fazer num olho só e testar, para ganhar confiança.

Anônimo disse...

alou bono!

essa semana falamo de tu aqui no recife, véi.

óa, hulk é um nome muito escroto pra um cachorro, principalmente se for um pequinês ou algo do gênero.
sempre em forma!
abraço,

J.

Genérica Paraguaia disse...

"A ordem é essa, não tem ordem, abaixo a organização, anarquia total, todo mundo louco, todo mundo maconhado aqui nessa porra" - cara, vc tomou umas balas nessa hora?? Tô pocando de rir!

Paola disse...

kkkk
Totalmente excelente...
Uma merda,eu diria, já tive isso, mas até hoje não sei do que eu tenho alergia.Torcer pra não ter um choque anifili- anofi- ah você entendeu.
É sempre assim cara, eles preferem os velhos, que são mais dóceis e cheiram a talco. Compara isso com um tio suado com calombo nas costas, 10 a 0!
Porra, na hora da anarquia só faltou vc mandar todos pro inferno.. Ah,2% é muito pra impotência, melhor ficar careca mesmo.
Inté
ps:Dorflex é um alivio para a alma.

Ric Dexter disse...

Porra, eu vivo com dor de cabeça. Se eu tivesse alergia a dipirona, eu tava fudido.

Uma vez me irritei numa clínica pelo mesmo motivo e saí sem fazer a consulta. Porra, demora pra caralho e ainda bota gente na nossa frente!

Abraço.

Genérica Paraguaia disse...

Ahh, trabalho com marketing mas não para laboratórios.. odeio propaganda.. mas toma sonridor caff. é o melhor p dor de cabeça e não tem dipirona!

Saulo Ribeiro disse...

ontem levei minha mina num PS particular... a despeito disso, me fizeram esperar mais de uma hora, sem chamar ninguém. até que fui lá e perguntei se não tinha médico, disseram que tinha um, mas que estava ocupado em emergências. eu falei: então não tem.

mudei de hospital, mas panfetlei o formulário da pesquisa de satisfação para todos os presentes.

a propósito, quem pode privar um homem de sua dipirona?

Dica disse...

rs

Eu ri, não vou mentir, mas você é muito louco, bicho!
Rasgar o exame só prejudicou você, fazendo você voltar a uma clínica e esperar bastante tempo pra ser atendido.
Já xinguei muita baranga de hospital. bando de canguru!

Adorei o texto!
;*

Mateus Henrique Zanelatti disse...

Eu tomo um tal de Profenid, o médico receita 30 gotas eu tomo 50, é tomar, ficar grogue e capotar. Garante 3 horas de sono e o fim da dor de cabeça.
Esse caso da impotencia é foda, mesmo se fosse 0,1% de chances eu não arriscaria. Mas do jeito que a coisa anda logo logo inventam um tratamento melhor.
Esse Hulk é vira lata?

Falou! Abraço!
::)

Joana Rizério disse...

porra, de fuder!

Ora Bolhas disse...

Eu tenho uma puta alergia a pimenta.
Quando eu conto que não posso comer pimenta geralmente pensam que é hemorróida.
Mas pior mesmo foi a primeira vez, que eu não sabia de onde vinha aquela coceira do diabo que me apareceu no meio do Carrefour e fui parar naquela droga de posto 24hrs cheio de estagiários que, nas palavras deles, nunca tinham visto um caso tão grave de intoxicação.
Virei boneco de estudos, tomei soro, passei um frio desgraçado pq eu até hj não entendi pq arrancaram a minha camisa e ainda nem pude aproveitar a cerveja que tinha recém comprado nos últimos dias.
É cara, ter alergia é um saco.

Marcos Satoru Kawanami disse...

Paulo,

eu tomava chimarrão adoidado, e fumo tabaco no cachimbo há 14 anos.

que fossem 100 por cento!

impotência tá na cuca das pessoas. o cara pode só beber água mineral, se não for chegado na fruta, a pipa do vovô não sobe.

Picasso teve um filho aos 81 anos de idade. se bem que ele era picaço...

se a gente não tiver grilo com sexo e a mulher for quente (mesmo feia), o trem funciona até que o alzheimer nos pegue.

tenta o tratamento pra calvície. se eu fosse calvo, eu arriscaria.

=D
marcos

Paulo Bono disse...

Porra, Satoru.
Seus argumentos, você é um manipulador de mentes, cara.

valeu.

Da Silva disse...

Cara, faz qualquer tratamento pra porra da calvíce, ou então não faz tratamento nenhum mas não usa peruca. Isso é uma derrota fudida.

Pros 2% de impotência ainda tem Viagra, espero que você não seja alérgico.

forte abraço

PS:Será que as doutoras também ficaram pensando "pra esse aí eu dava" ou "pra esse aí eu não dava nem a pau"?

Pimenta disse...

Toma novalgina Paulo,soa até melhor,rsrsrsrs

Rejane Borges disse...

Puta que pariu que saudade de seus textos, Bono!!! Ow! Fez de minha segunda-feira de merda um pouco melhor.
Abraços.

::Soda Cáustica:: disse...

Bono,
Mandei teu blog para dois amigos também publicitários e ficamos num dia desses falando dos teus textos e imaginando em que agência vc estaria como nós, sofrendo.

muito bons teus textos, adoro e leio sempre.

bjos
viveca

kinhoscerq disse...

Rapaiz, Clinica é uma merda.. Imagine vc Paulão q outro dia fui levar a nossa querida e amada Neves pra ver o cardiologista.. Pense q até ela ficou impaciente.. E Neves pra perder a paciência.. rsrsrsrs
De vez em quando me aparece umas alergias dessas.. Benegripe.. tá foda.. Mas Apracur tá resolvendo de boa!!
Abracão meu Primo!!

Kinho

Mwho disse...

Bono,
Essa sua classificação de "comeria" x "não comeria" tem algum critério técnico ou é algo empírico?!?

jupyhollanda disse...

eu também tenho essa alergia, só que não me coça o corpo todo, só meu olho esquerdo que incha até o ponto de quase não mais aparecer e fica roxo. o direito fica com umas 2 bolinhas embaixo e coçam demais... - hoje minha mãe também comprou benegrip para a gripe do meu irmão. eu cheguei a ensaiar tomar um comprimido também, mas preferi ler o princípio ativo primeiro. rsrsrsrs

B-Ju

Lela disse...

Eu tive coceira insaciável(ui) na adolescência e era alergia da água da Sabesp. Que remédio?

Jorge Martins disse...

Sobre o .com.br, tenho uma ideia que você vai se amarrar. Envio por e-mail.

::Soda Cáustica:: disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
::Soda Cáustica:: disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
bjomeliga disse...

Foda é a coceira na boceta, Paulo. Não no sentido figurado, mas coceira de coceira mesmo. Só que essa cê nunca vai saber como é.

Mari disse...

Eu jamais poderia ser alérgica a dipirona. Não vivo sem ela.

beijos

Fabiana Farias disse...

kkkkkkkkkkkkk
Também tenho alergia , sem exageros também já quase morri! MAs depois que passou, fiquei desanimada para descobrir qual era o motivo...Muito melhor fazer um conto sobre rsrsrs
Vc é herói! rs

Cara de 30 disse...

Eu sou alérgico a Penicilina e seus derivados. Um belo dia, quando ainda era moleque, um fiodaputa de um médico me receitou um remédio com uma porra dessas e eu quase morri. Fui empolando, ficando vermelho e com placas espalhadas pelo corpo até que minha mãe percebeu e ligou pro fiodumaégua do médico. Ele mandou parar com a medicação e ver minha reação... Passou, né?! Caso contrário não estaria escrevendo aqui... :) Abraço.

Ane Brasil disse...

Caraca, mermão, que bosta ser alérgico, hein!
Agora, sabe o qeu é mais foda: cê fica contando as suas desgraças e eu aqui imaginando a porra toda... cara, adoro o jeito que você escreve!
Sorte e saúde pra todos!

AB disse...

Fosse médica, receitaria paracetamol.
Sei porque em casa, somos todos alérgicos a algo.
Ou a alguém.

Acantha

Dani (ela) disse...

putz, cuidado. eu comecei com dipirona e hoje SÓ posso tylenol. tem que andar com um antiestamínico (antialérgico) na carteira.

massa aqui.

Elga Arantes disse...

Que droga!
Achei que tinha postado meu comentário, aqui... Maldito analfabytismo...
Agora, deixa, não saberei formular tudo de novo. E falar que é um ótimo texto é lugar comum demais, aqui, né? Rsrsrs... E como sou lugar comum, demais, digo que é um ótimo texto!

gigi disse...

"A vida é uma grande merda para todos. Alguns carregam tijolos sob o sol quente, outros escrevem cartões de natal, e outras raspam as costas suadas de um gordo".

você é um gênio.