17.10.08

Até o Pau Amolecer

Um dia desses encontrei Nina. Estava mais bonita. Parecia feliz. Tenho a impressão que toda mulher que me dá um pé na bunda se sente feliz e realizada.

- Como é que você tá? – ela perguntou.
- Ainda tô gordo.
- Besta.
- Você tá mais magra.
- Nunca mais comi pizza.
- Como é que tá o pirata? – perguntei, me referindo a seu novo namorado. Um tipo malhado, que ganhava a vida vestido de pirata fazendo uns coquetéis idiotas numa boate idiota.
- Tá bem. Trabalhando.
- Aposto que sua mãe gosta dele.
- Não começa, Paulo. Me conta, ainda tá na agência?
- Fala a verdade, ele te leva pra ver filme do Vin Diesel.
- Vai começar?
- Se fudeu. Agora tem que esperar ele lustrar o carro, e ver filme do Vin Diesel.
- Eu vou embora.
- Tô brincando. O pirata é gente boa. Mas como é nome daquele filme? A Batalha de Ridículo?

Ela foi embora.

Quando penso em Nina, a primeira coisa que me vem à cabeça é o yakisoba que ela fazia. A segunda é uma foda hardcore que batemos numa tarde qualquer quando estávamos os dois desempregados. A geladeira vazia. Ela fez uma panela de pipoca. E rachamos um restinho de suco de maracujá. Não tinha porra nenhuma na TV. Nada pra fazer. Nina perguntou “Vamos fuder?” E eu disse “Chupa aqui!”. Foi só o tempinho do último gole do suco. Ela deixou meu pau todo engordurado de pipoca, ela mesma limpou. Nina era incrível. Além de fazer um puta yakisoba, era uma boa puta na cama. Deitei-a de bruços e a comi do jeito que ela gostava. Com toda força que me restava na vida. Lembro que começou a chover. A janela aberta. Já estávamos nos molhando. Mas ficamos ali até gozarmos feitos dois monstros. Acho que foi a maior gozada da minha vida. Certa vez um amigo me disse que amar era fuder e, quando acabar, não ter vontade de dar um soco na cara da putinha. É mais ou menos isso. Fiquei ali. Deitado e enterrado sobre as costas de Nina até o pau amolecer, e lhe disse sobre sua nuca encharcada de suor “Eu te amo, porra!”. Ela estava ofegante. Mas acho que ela disse assim “Eu também”.

39 comentários:

Rodrigo Carreiro disse...

Porra, Bono. Já tava com saudades das histórias e essa veio com tudo (la ele). Essa parte aqui é sensacional: "Certa vez um amigo me disse que amar era fuder e, quando acabar, não ter vontade de dar um soco na cara da putinha".
Volta, porra!!!

Sunflower disse...

eu ia fazer a citação de uma parte mas o Rodrigo já a fez.

Acho que com as mulheres (eu gerneralizo eu) é não ter vontade de chutar ele da cama e da vida depois que tudo acaba. Sei que não amei meu noivo pq todo dia de manhã, quando acordava com o braço dele agarrado na minha cintura, eu só tinha vontade de fugir.

beijas

Daniel Pfaender disse...

e dividir o suor e a água da chuva e depois até um cigarro! nada melhor...

Marcio Sarge disse...

O amor não precisa ser romântico é mais importante que seja viceral, verdadeiro a ponto de fazermos nos lembrar de uma foda monumental, bem se nós não lembramos que fique dito, é importante que elas se lembrem.

Até

Patricia Emanuelle disse...

Cara, seus textos são foda de bom te add na lista do meu blog...

Rackel disse...

Olha, se ela tb gozou mesmo como vc disse, é bem provavel q tenha dito 'Eu tb!' naquela hora...

Krika disse...

Cara, seus textos são foda de bom te add na lista do meu blog...Sem comentários.

Felipe Correa disse...

hahah muito bom !!

Marcos Carneiro disse...

hehehe Muito boa essa definicao de amor. Valeu a espera, cara.

Abs

Belas disse...

Putz Bono,(Além de fazer um puta yakisoba, era uma boa puta na cama),fisgado duas vezes..rs, gostei do blog, passo mais vezes..abração!

o casalqseama* disse...

bom,
já virei fã incondicional!
gostei...

sou um pouco nina!

aliás,
gostei muito!

bjs da fê =D

Larissa Santiago disse...

matou a saudade!
e qase matou Nina tbm hein?!

Rafael dos Prazeres disse...

rsrsrssrrrss gargalhar por volta das 4:17 de um sábado pra domingo é foda! rsrsr Bela historinha pra dormir meu caro. Muito bom!

Poliana Paiva disse...

-"vamos fuder?"
-"chupa aqui"

isso sim é poder de síntese!

Larissa Bohnenberger disse...

Nussinhora!
Isso sim foi amor!
Pena que essas coisas não duram pra sempre, né?
Bjs!

Duas disse...

senhor paulo bono pereio, vim aqui xingá-lo pela ausência de palavras (essa cobrança é um saco) mas encontro um texto cheio de romance.
adorei.

espero que tenha entendido o pereio adicionado a sua alcunha.

beijo,

elisa

Juliana Rocha disse...

hahaha Adorei conhecer seu espaço! Cheguei aqui por causa do Detesto Gente Inteligente. Li bastante, ri bastante. Falta muita coisa p ler mas já gostei!
Virei mais vezes viu??
Abraços

Careca disse...

Bono San, excelente yakisoba! Abraço,

Juliana Rocha disse...

Demorei umas três manhãs e uma tarde mas terminei! Li seu blog todo! Sem palavras! Vc escreve p caralho!

Rocha disse...

Pulo Bono, sempre leio seus textos são, realmente,bem escritos. Nota-se que você é um verdadeiro garanhão, não perde oportunidade, não dorme com os olhos dos outros. É isso aí tem que fuder essas putinhas mesmo. Parbéns, continui assim.

Joel disse...

teus posts sao viciantes...

blog do caraleo!!!

Garota no hall disse...

Uau! Essa ficou marcada para o resto da sua vida. O amor, no entanto, foi o de menos.

Pedro disse...

Que nada, não merecia esse "eu te amo, porra!". Te trocou por um pirata malhado que lustra carro. Deve ser por causa da perna de pau.

Ricardo Cidade disse...

Sumido!

"Belezas e Encrencas" por um Assessor de Imprensa disse...

Caraleo Bono, ducaraleo!
;)
senti falta dos seus textos. Ah, quando rolar um tempinho passa lá no Belezas...

abraço!

Anônimo disse...

Bonão porra!!!

agora que já finalizamos a batalha da vitória em Campina, atualiza essa porra, rapaz.

Valeu por todo o trampo, velho!!!

Abraço,

J.

Karlinha disse...

Hum, acho que vou criar um blog anônimo pra contar fodas também!Ops, já deixou de ser anônimo!rs!

Adri disse...

É o efeito a pipoca.. rsss
Bj Adri - seja bem vindo de volta.

Duas disse...

bom demais, rapaz.
beijo. val.

Cruela do Calcinhas disse...

é, agora a Nina está pendurada na perna de pau.

rs

4rthur disse...

esporra, bono!

Adriano Caroso disse...

Mais uma das suas. Você devia ter segurado essa Nina. Já que não deu vontade de bater? rs

Bruno disse...

E aposto que o Pirata nunca deve ter fodido com ela desse jeito.

Pablo Araújo disse...

Kd vc cara?

Marina disse...

Então...
tava aqui e recebi um email com esse último post... de uma amiga...Me deu saudades do tempo que eu escrevia pro adelaides.com.br...
Show!!!!!!!!!! virei fã.
Marina Bessa - Porto seguro-Ba.

Mwho disse...

Gostei mesmo foi da sacaneada:
"Agora tem que esperar ele lustrar o carro..."
Vingança com requintes de perversidade...
Além de assistir, ter de sentir o cheiro entranhado de cera de carro até o dia seguinte...

Samantha Abreu disse...

sou sua fã!

Drewïzqe disse...

porra, acho que não tinha lido essa.

"amar era fuder e, quando acabar, não ter vontade de dar um soco na cara da putinha". teu amigo resumiu e de quebra criou um provérbio.

Virgínia disse...

e ela voltou?