19.12.07

Conto de Natal

Era a época dos malditos panetones. As ruas estavam lotadas. Os pobres gastavam seus últimos centavos. O shopping era a própria visão do inferno. Sempre odiei passar pela porta de um shopping center nesses dias de dezembro, mas eu precisava ver para acreditar. Queixão e eu nos infiltramos na multidão e nos escondemos ao lado de uma loja de calçados. Era possível ver sem sermos vistos. E vimos. Era verdade. Era ele. Era ele que estava ali, de vermelho e barba branca, sentado numa poltrona no meio do shopping, com um guri em seu colo. Era o nosso velho amigo Daniel, dos tempos da Lapinha, vestido de Papai Noel. Começamos a rir quase sem acreditar.

Mas com toda certeza aquilo era possível. Não por um milagre natalino. Mas por se tratar de Daniel. Daniel era gordo, mas tinha uma puta auto-estima. Era um cara muito engraçado. Vivia balançando a pança para fazer graça. Eu ria muito quando ele mostrava os ovos para as putinhas que passavam na ilha de Barra do Pote. Agora, ele estava ali dizendo ho, ho, ho para os guris e pousando para fotografias. Parecia ser mais uma de suas brincadeiras. Ainda mais cercado de três deliciosas putinhas vestidas de Mamães Noéis. Aquilo era um sacana. Mas a verdade é que Daniel só estava tentando arranjar um troco. O bicho estava pegando. Daniel já era casado e coisa e tal.

Brincadeira ou trabalho, Queixão e eu tínhamos que sacanear. Em nome dos velhos tempos. Então tivemos uma idéia. Saímos do shopping e procuramos um guri com cara de escroto. Não foi difícil. Havia centenas trabalhando nos camelôs ali perto. Fizemos a proposta. Cinco reais para ele sentar no colo do Papai Noel e dizer que, como presente de natal, gostaria de pegar nos peitos de Carmem. Dona Carmem era a senhora mãe de Daniel. O guri topou na hora e ainda riu.

Lá fomos nós. Colocamos o guri na fila e esperamos ao lado da loja de calçados. Até que chegou a hora. O guri sentou no colo de Daniel. Conversaram por alguns segundos. Até que Daniel se levantou da poltrona bruscamente e deixou o guri cair no chão. Foi possível ouvir o Papai Noel dizer, QUE PORRA É ESSA, GURI? O guri saiu danado pela multidão. Queixão e eu ríamos como loucos. Daniel esticou a cabeça para todos os lados até nos encontrar e berrou, SÃO VOCÊS NÉ, SACANAS? EU SABIA! Algumas crianças bobocas na fila começaram a chorar, e as mães ficaram atordoadas sem saber o que estava acontecendo. E Daniel ainda completou, SEGURA AÍ, QUE DAQUI A POUCO A GENTE TOMA UMA!

Aconteceu que naquela noite bebemos até tarde. Num copo sujo ali na Carlos Gomes. Bebemos e mexemos com as vagabundas na mesa ao lado. Bebemos e rimos, relembrando os detalhes daquela tarde e os acampamentos em Barra do Pote. Foi muito bom. Era dezembro. Era mais um fim de ano. Eu podia não ter um emprego, mas naquele tempo, eu ainda tinha alguns amigos para fazer brincadeiras escrotas e depois tomar uma.

Na saída, Daniel ainda abriu a sacola e me ofereceu um Panetone que ele ganhou do Shopping. Eu disse para ele mandar para Dona Carmem. Então Daniel mandou Queixão levar para Dona Maria do 02 de Julho. E Queixão mandou eu levar para Dona Maria do IAPI. Nós rimos, nos despedimos, e cada um saiu para o seu lado.

* Um bom Natal e um 2008 do caralho para todos.
Acho que vou tirar umas férias do blog. Sei não, estou pensando.

45 comentários:

Lilis disse...

Não faça isso!!!
Você tem muitos seguidores que comentam e que não, como eu!
Suas historias me fazem conhecer Salvador desde outro lugar.
Boas festas e aguardo por você próximo ano.

Sds de uma argentina em Salvador!

Breno disse...

Fala Bonera!!
Mais um texto fenomenal, fico me perguntando de onde você tira essas ideias, chamar um guri pra sacanear a mãe do broder foi sensacional.hahaha
Vamos marcar uma confraternização aqui do trampo e fazemos questão da sua presença.
Abraços

Jana disse...

Porra, Paulo, eu ri horrores. Esse foi o melhor conto natalino de todos os tempos.

Ah, não tira férias não! Eu venho aqui sempre ansiosa querendo saber se trei a sorte grande e vc escreveu um dos seus dois contos mensais.

Em qualquer caso, beijo grande e boas festas e danem-se os panetones.

Stephanie disse...

Paulo,
nada como um texto de natal sacaneando papai noel de shopping. Mesmo que seja amigo.

bom natal e um 2008 do caralho para você também - com ou sem férias de blog (sentirei falta dos seus escritos, mas às vezes é melhor dar um tempo, né...)

beijo

4rthur disse...

ótima história. Vou mandar um panetone aí pra Salvador, que sei que tu gosta.

Abraço e feliz natal, velho.

4rthur disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
BABI SOLER disse...

Como dizem os baianos, mas tu é retado, viu bichinho?

Haja criatividade!
Um grande beijo e Feliz Natal!

Dona Carmen disse...

Cadê esse guri, Paulinho? Manda ele pra cá. Adorei a idéia.

Dona Carmem disse...

Cadê esse guri, Paulinho? Manda ele pra cá. Adorei a idéia.

Acantha disse...

Tira não, por favor...
Mas ficam meus votos de FELIZ ANO TODO a você e aos que lhe são caros, meu querido.
Aos baratos também!!!

Jota disse...

Puta que pariu, velho, que porra é essa?! Férias do blog?! Faça uma coisa dessas não, rapaz. Blog bom danado desses..

Até hoje, a melhor estória de Natal que eu tinha lido tinha sido de Paul Auster. Aí tu chega chutando a porta. Tem noção do que é isso? É Paul Auster, o cara escreve pra caralho! Não é qualquer um que chega botando a porta abaixo assim, com ele. Aí vem vc me dizer, com essa cara dura sua, que vai tirar umas férias do blog? Vai se fuder, Paulo!

Boas farras de fim de ano pra vc tb, meu camarada, e um ano novo de arregaçar.

E boas férias tb, se vc se decidir tirá-las, do blog.

Grande abraço!

Marcelo Mendonça disse...

estou no mundo, agora especificamente em Roma e afastado do blog. abraçao para vc, meu amigo.
atè qualquer hora.
abraçao e boas festas

paty guaraná disse...

Ô seu tirador de onda... diz que vai tirar férias só pra ouvir "faz isso não", que "vamos sentir saudades"???? Não conhecia esse seu lado sádico....

ps.: Poxa Bono, se você tirar férias vamos sentir saudades dos seus textos... faz isso não!

she is a lover of life but a player of pawns disse...

hehehehe. Fale em espírito natalino, hein?
boas férias, Paulo! eu adoro seu blog, mas pows, todo mundo merece umas férias quando se precisa.
Feliz natal e um ótimo 2008 tb.

syssy disse...

Rsss!!! Esses dias ainda comentava das fotos que rolam na net dos Papais Noéis com a tenda armada e crianças no colo. Extremamente constrangedor..
Beijocass!!

disse...

Pqp! Mto engraçada a história. Bons amigos não perdoam uma chance dessa de sacanear o outro.

Bjs, moço. Se tirar férias, boas férias, mas registre-se que eu voto contra. :D

SAMANTHA ABREU disse...

nãããããããão!
férias do blogue nãããããoooo!

cara.. tuas histórias são engraçadas pra caralho! fico lendo com um sorriso idiota na cara.. acho que quem me vê de longe pensa: "deve ter fumado um, essa louca!"
ahahahahahaha

Feliz Natal pra vc, Paulo!
e que 2008 tenha tudo de bom e mais um pouco!
êba! êba!

beijo!

Adriano Carôso disse...

Porra Paulo! Você nos dá um presentde destes no Natal e logo em seguida vem dizer que vai tirar férias! Sacanagem. Na verdade, no blog, você trabalha um dia e tira trinta de férias. Não acha que é o suficiente? Um abração pra você neste natal e um 2008 de muitas felicidades e muitos textos Paulo. Valeu!

"Belezas e Encrencas" por um Assessor de Imprensa disse...

Bono,
Texto duCaraleo para encerrar o ano. Vê se volta logo!
E tenho sentido a falta dos seus coments lá no 'Belezas'. Aparece por lá!

Abraço e muito panetone pra vc.

Ane Brasil disse...

hahahaha! perfeito! sacanear papai noel é o que há - ainda mais se o safardana for nosso amigo!
Aí, mermão, um 2008 de muita paz, amor, mulé boa (e dadeira) e grana no bolso procê, rapá!
Sorte e saúde pra todos!

FOXX disse...

quando eu parar de rir eu comento ok?

Anônimo disse...

Deve ser uma DELÍCIA ser seu amigo. rssss Pelo menos, a diversão é certa :) Um beijo e feliz ano novo.
Adri
http://drikaninha.zip.net/

Bianca Feijó disse...

Nossa,dei muita risada,pude visualizar a cena,o rosto do "Papai Noel" e a mães apavoradas...rsrsrs...
Mas peraí,Guri,Carlos Gomes,IAPI??!!

Porto Alegre?

Beijos!

bostamcity disse...

A vida tem dessas coisas: As vezes o cara tem que fazer conceções prá poder garantir uns trocados.
Seu texto é bem escrito e divertido. Por falar nisso, quando quiser rir um pouco, visite o meu blog: BOSTAMCITY.BLOGSPOT.COM
Um abraço.

Emerson Wiskow disse...

Opa! Um ano cheio de sorte pra nós.
abração, parceiro

SAMANTHA ABREU disse...

Cadê você?????
quero te lerrrr!

Marcelo Mendonça disse...

de volta e colocando a leitura em dia! muito bom! tire férias agora não rapaz! feliz 2008

gigi disse...

teve palito de dente no meu reveillon em sua homenagem. arthur fotografou pra vc!

Adriano Caroso disse...

Grande Paulo! Semana passada publiquei um cordel que fiz em julho de 2007 mas achei pesado pra publicar. Depois, relendo umas histórias antigas suas, criei coragem e publiquei. Chama-se As Meninas. É meio pornográfico mas sem intenção de vulgarizar.

Espero que suas férias não demorem muito. Como você vê pelos comentários estamos todos sentindo falta das suas crônicas. Faço coro com Samantha Abreu de quem sou muito fã: "Quero te ler"...porra.

Grande abraço

J disse...

Basta de férias, non? Saudades dos teus textos.

Agora vai a mensagem de massa.

botei a atirante e o kaboom no mesmo cantinho, aberto e mais anônimo:

jnamite.blogspot.com

Atualiza a tua lista ;)

Bejos,
J

camila disse...

ri muitoooooooooooooooooooooooooooo! volta logo, bono vox. bjs!

Croma disse...

É... E o natal só funciona mesmo na base do cinismo. Foda essa história: queria que a xuxa publicasse para todos conferirem as suas surubas de natal.

Enfim, feliz ano Lemniscate.

Padre Alfredo disse...

Colé mô rei, tô cum saudades.
Um 2008 du caralho pra vc tb

jorginho da hora disse...

Bono, em bostamcity já tem nova postagem. BOSTAMCITY.BLOGSPOT.COM
Quando editar nova postagem no seu, tabém me avise
Um abraço.

Joana Rizério disse...

pára de pensar e escreve! que saudade de ler seus textos!

Guabiras disse...

Demoro vei
ainda nao tinha comentado
por conta da correria,
mas enfim
seus textos são do caralho,
sem caô mesmo.
muito bom meu
e ainda diz que não sabe
escrever o que realmente quer...

essa do conto de natal
é hilária. odeio porra
de panetone rsrsrsrsrrs

é isso
grande abraço e valeu
pela grande visita!
Guabiras

http://guabiras.blogspot.com

Duda Bandit disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

ceis são foda, cara...

bicho, teu texto é muito bom, as histórias são fantásticas... dariam um puta roteiro de cinema e um puta livro..

até!

Maz disse...

que natal delicioso esse não? sacanear um amigo é a melhor coisa que existe... posso até imaginar a vibe que a criançada estava... berrando hahahaha mas papai noel tem cara de quem bebe pra caralho... bora voltar a postar?
estarei na bahia em breve...
:*

Dewïzqe disse...

E não é que essas putinhas de mamãe noel são uma delícia, vi umas e quis ser papai noel

SAMANTHA ABREU disse...

mandaremos um trio elétrico na tua janela:

"volta! volta! volta!"

Anônimo disse...

VOLTAAAAAAAAAAA


http://drikaninha.zip.net/

Ane Brasil disse...

porra, gordo, deixa de ser preguiçoso e atualiza essa joça, caraio!
Tô com saudade!
Aí, bobeia te cato à tapa no Pelô e te jogo numa lan hehehehe
Aí, mermão, voltaaaaaaaaaaaaa!
Sorte e saúde pra todos!

Acantha disse...

Chega de férias né não???

jorginho da hora disse...

Paulo, Morcegão está de volta nas ruas de bostam city. Dá uma olhada.
BOSTAMCITY.BLOGSPOT.COM

LORA disse...

OLHE VERDADEIRAMENTE VOCÊ NÃO EXISTE !!!!CARA!!!!! QUANTAS SACANAGENS JÁ FIZ COM UMA GALERA QUE SEMPRE EU ME BATIA EM LUGARES INUZITADOS !!!KAKAKAKAKAKA ERA SÓ ZUEIRA E EU NESSA AGONIA DE SER MULHER CASADA ,FILHOS E TAL JÁ TINHA ME ESQUECIDO DESSES MARAVILHOSOS TEMPOS QUE NÃO VOLTAM MAIS !!!!!!QUE BOM QUE ME FEZ RECORDA BEIJOS VOCÊ É ÓTIMO