2.10.07

Reis

Esse conto eu tive a honra de publicar num blog que é a cara da Bahia: Caralhaquatro
Então vão todos pra casa do caralho.
grande abraço

26 comentários:

Joana Rizério disse...

R� Gostei de ser mandada pra casa do caralho. vou correndo ler. Beij�o

4rthur disse...

Porra, irado. Caralho a quatro é foda, teus textos também. E pelo visto, na Lapinha não tem mais calça culote, paletó e almofadinha.

gigi disse...

Bono, o Marrom Bombom voltou!!!
Vai lá: http://marrombombom.blogspot.com/

SAMANTHA ABREU disse...

tenho ido pra esse lugar já faz algum tempo!
e a ironia é que sempre a-do-ro!
ahahahahaa

um beijo!

Marcos Carneiro disse...

Cara, comecei a ler seu blog hj e já viciei, parabens pelos textos! Tou tentando sair e nao consigo.

Padre Alfredo disse...

Não por acaso a Lapinha é a porta de entrada da Liberdade.
Quem bate perna por lá bem sabe.
Adorei!

Marcelo Mendonça disse...

Nosso blog ficou BONO pra CARALHO depois do seu post! valeu!!!

gigi disse...

não, querido... eu tenho uma night de música moderninha pra gente de cabelo cortado estranho e roupa muito colorida.

pititinga é o que chamamos aqui no rio de manjubinha??? se for, adoro.

deixa de ser muquirana e posta aí!

beijos.

Roberto Camara Jr. disse...

Isso é que eu chamo de eficiência Blogueira!!!
Valeu a visita!
Forte abraço!

mississipi disse...

velho, muito bom o texto... o cheiro de mijo como a único vestígio do passado ainda vivo.

Jota disse...

Rapaz... Ta� uma coisa por que eu acho que todo mundo j� passou, alguma vez na vida: perceber a decad�ncia que substitui hoje a exuber�ncia passada, que s� existe na lembran�a.

Essa nostalgia �cida de alguns dos teus textos sempre me bate com a mesma for�a, cara.

E quanto ao texto do Gaguinho, que eu n�o havia comentado, se ligue que tem muito livro que mais atrapalha que ajuda. Se os poucos livros que vc diz ter te fizeram escrever desse jeito, � porque foram os livros certos na hora certa.

�s vezes uma morena peituda de cabelos cacheados traz bem mais inspira�o.

Abra�o.

Marcos Carneiro disse...

"genial. como tudo aqui."
Valeu pelo elogio, mas faço das suas as minhas palavras.

Agora fiquei na duvida se vc existe mesmo ou é pseudonimo de "um publicitário com algum talento e grana da Avenida Tancredo Neves". hehehe

Abs

BABI SOLER disse...

Você é uma figura...

Hanni Lua disse...

Algum dos 4 caralhos é seu?

Croma disse...

e de tão fudida que eu sou,
já estou lá.

e indo para esta, nada mal (risos).

até a próxima cartada.

Menáge à Trois disse...

Só pra reforçar o elogio.

Adorei Bono.


Como ninguém

Bianca Feijó disse...

Oi,
Estive no blog que indicaste...muito bom,hil�rio e bem escrito!

Gostei muito mesmo!N�o podia de deixar de cumproment�-lo!

Abra�os!

poupéezinha disse...

Coisa boa de se ler esse conto;
"Bahia que não me sai do pensamento.." Ando saudosa dessas bandas que só-
Realmente é uma grande perda a borracha na história que se passa cotidianamente de forma tão ignorante "em nome do social"..
Bjo pra vc!

Jana disse...

Bora muquirana, coloca post novo.

Beijo grande,
Jana

Vieira Calado disse...

Nao conheço o conto... mas pela amostra...
Um abraço.

Rafael Velasquez disse...

ô

não vou na casa do caralho não.

FOXX disse...

tah bom
eu vou
hehehe

SAMANTHA ABREU disse...

"quero mais!"

beijos.

Padre Alfredo disse...

Flagrei vc lá "Nús banheiros".
Já viq eu além de blogueiros, somos literalmnte cagões.
Mande ver novos contos. Sou precisado!

Lapa disse...

Há três tipos de mulher:

-as bonitas,

-as feias,

-e, as loiras...

Rosa dos Ventos disse...

PAULO!

devido a umas experiências com psicopatas, janakaboom não é mais para todos os olhos.MAS se vc tiver saudades das explosões de neurose, deixa seu email e eu te adiciono na lista dos convidados.

para o bem geral de todos e liberdade de expressão de anônimos,desconhecidos e pervertidos (afinal, foi assim que conheci vc) doentes e tudo mais... mudei para o endereço abaixo.

Beijo grande